Perguntas frequentes

Clique nas perguntas para ver as respostas.

Por que a Frontiers trabalha somente com povos muçulmanos?

Os muçulmanos são o maior bloco religioso ainda não alcançado –são cerca de 1,5 bilhão de pessoas que, em sua maioria, não sabe que Deus enviou Seu Filho para salvar todo aquele que nEle crê. Entre eles está o menor número de missionários e o menor número de igrejas plantadas. (Mateus 24.14; Romanos 15.20-21).

Por que a plantação de igrejas entre os povos muçulmanos é um princípio não-negociável para Frontiers?

Porque entendemos que o apóstolo Paulo seguiu essa estratégia missionária – por onde passou, plantou igrejas que, posteriormente, se multiplicaram (Tito 1:5). Hoje, Frontiers aplica a mesma estratégia entre os povos muçulmanos.

Por que Frontiers tem preferência em enviar missionários para os povos muçulmanos ainda não alcançados?

A maioria esmagadora dos missionários que partem do Brasil ao campo vão para povos e países onde já existem igrejas autóctones plantadas. Frontiers, no entanto, envia missionários aos povos esquecidos e localizados em lugares de difícil acesso – pois esse é nosso chamado apostólico. (Mateus 24:14).

Em quantos países/etnias Frontiers está atuando no momento?

Atuamos em mais de 40 países muçulmanos.

Onde fica a Sede Internacional de Frontiers?

Frontiers não tem uma Sede Internacional. Fazemos parte de um grande network, em que cada Base, Equipe ou Associado é regido pela mesma Missão, Princípios e Confissão de Fé. No campo, cada Base ou Equipe é semiautônoma e presta contas aos seus supervisores que, por sua vez, reportam-se à Assembleia Geral – uma reunião que ocorre a cada 2 anos dos Líderes de Equipe que estão no campo e dos membros do Comitê Internacional (eleitos pela Assembleia Geral).

Quantas equipes de Frontiers estão trabalhando entre os povos muçulmanos?

São mais de 180 equipes no campo, trabalhando e atuando em várias áreas, como saúde, socorro, educação, negócios e tantas outras. Sempre com a finalidade de apresentar as Boas Novas aos muçulmanos.

Frontiers envia missionários sozinhos, solteiros? Ou somente casais de missionários são enviados para o campo?

Frontiers envia ao campo apenas equipes. Com 5 a 7 pessoas, a equipe é encabeçada por um líder que, treinado, é reconhecido posteriormente pelo Comitê Internacional de Frontiers. Eventualmente, um missionário sozinho ou um casal pode ir ao campo antes de sua equipe, enquanto estase prepara para depois juntar-se a ele(s).

Como os missionários entram em países que não dão visto para missionários?

Nestes casos, entram sempre de maneira criativa: seja como empresários, professores, médicos, enfermeiros, treinadores de futebol, estudantes etc.

Quem supervisiona e cuida das equipes no campo?

São os diretores e supervisores de campo. Pessoas especializadas também são enviadas para dar treinamento e ajudar as equipes. Em alguns casos, pastores dos próprios missionários podem ir visitá-las e apoiá-las no campo.

É preciso ser pastor ou cursar um seminário para ser missionário de Frontiers?

Não. Nosso treinamento é específico e especializado para quem vai trabalhar entre muçulmanos. Somos uma agência com mais de 30 anos de experiência na plantação de igrejas e discipulado entre muçulmanos, e colocamos toda essa “bagagem acumulada” à disposição de nossos missionários.

Quanto tempo dura o treinamento de um candidato de Frontiers?

A maioria dos candidatos passa por um treinamento intensivo de 1 ano no Brasil e mais 2 anos no campo. Numa imersão fora do Brasil, o treinamento inclui o aprendizado do inglês/francês.

O treinamento tem que ser feito necessariamente de forma presencial em uma Base?

Não. O treinamento também pode ser feito à distância,via internet. O EAD – Ensino a Distância é o mais recente e moderno método de ensino, cada vez mais aceito nos meios acadêmicos. No entanto, alguns treinamentos e estágios, do decorrer e/ou ao final do curso são, obrigatoriamente, presenciais.

E se o candidato já tiver curso de teologia ou treinamento em outra agência?

Nestes casos, o candidato passará por uma avaliação e, dependendo do caso, fará apenas o treinamento específico de especialização para trabalhar com muçulmanos, os respectivos estágios presenciais e avaliações. Caso já domine o inglês ou francês, concluirá seu treinamento diretamente no campo missionário.

Frontiers aceita candidatos vindos de qualquer igreja?

Sim.Frontiers aceita candidatos de todas as igrejas reconhecidamente evangélicas.

São aceitos candidatos que não estejam filiados a nenhuma igreja?

Não. Um dos requisitos básicos e inegociáveis é que o candidato tenha a aprovação de sua igreja de origem, por meio de carta/documento enviado pela mesma.

As Bases de Frontiers sustentam ou levantam sustento para os seus missionários?

Cada missionário é responsável pelo levantamento de seu próprio sustento. Durante o treinamento, os candidatos são ministrados e treinados para levantar, com muita base bíblica, o seu sustento pessoal (1 Timóteo 5:18).

O sustento do missionário será enviado para a Base de Envio?

O sustento financeiro será depositado pela(s) igreja(s) e mantenedores diretamente na conta bancária do missionário e este enviará uma pequena parte para o sustento de sua Base de Envio.

Posso doar minhas férias em um campo missionário?

Sim, mas será preciso passar por um pequeno, porém indispensável, treinamento, visto que trabalhamos com países sensíveis.

É possível fazer uma viagem de curto prazo?

Sim, desde que o candidato passe por um pequeno treinamento.

Frontiers trabalha com estratégias de curto prazo?

Não, o trabalho entre os povos muçulmanos requer tempo, dedicação e especialização.

[Retornar]