Ação

Há muitas formas de colocar a mão na massa, além dos joelhos no chão. Aqui, você encontrará dicas de como se envolver como enviado ou como enviador – só não disponibilizaremos sugestões para os que se encontram na terceira e última categoria possível de crentes: os desobedientes.

 

Enviados para longe

Você pode fazer parte de uma equipe.

Você pode montar e liderar a sua própria equipe.

Você pode participar de viagens para socorro humanitário. Esta é uma estratégia específica de Frontiers para entrar em campos fechados, que só se abrem após catástrofes (desastres naturais ou guerras). Nestes casos, Frontiers entra com equipes de profissionais da saúde, educação, administração entre outros para apoiar iniciativas de socorro humanitário – cujo objetivo é estabelecer uma plataforma para que uma equipe de longo prazo permaneça na região.

Você também pode fazer viagens para exploração do campo e/ou reconhecimento do campo. Essas viagens são consideradas de curto prazo e podem ser de 15 dias a 1 ano.

E, por último, você pode ser enviado para bases de envio, ou seja, trabalhar nos escritórios de Frontiers, apoiando os que estão no mundo muçulmano. Pode servir no Brasil, outros países da América Latina ou em outros lugares.

Para qualquer uma das opções clique aqui para saber como se tornar um membro Frontiers.

 

Enviados para perto

Você pode ser chamado para alcançar os muçulmanos na sua região. E pode engajar outros de sua igreja nesta mesma missão. Podemos ajudá-lo nisso.

Para qualquer uma das opções, entre em contato conosco.

 

Enviadores

Além de orar (de diversas formas) e contribuir financeiramente, temos as seguintes sugestões para você, enviador:

  • Você pode trabalhar na divulgação da necessidade. A igreja brasileira pouco sabe a respeito de povos muçulmanos e menos ainda sobre povos muçulmanos não-alcançados. Se o seu dom é de comunicação, relacionamentos e/ou carisma, aqui pode ser o seu lugar.
  • Conscientize a sua igreja. E conte com o apoio de Frontiers. Você pode nos convidar para dar cursos e palestras em sua igreja ou organização. link para cursos e palestras.
  • Você também pode ajudar com trabalhos voluntários pontuais, na base Brasil. Isso varia muito de acordo com a época do ano e os projetos em andamento. Alguns exemplos: tradutores e revisores de texto; desenho e impressão de materiais; voluntários para atendimento em stands de feiras, congressos, etc.; profissionais da saúde (médicos, dentistas, fisioterapeutas, psicólogos, etc) que possam tratar membros que retornam ao Brasil.

[Retornar]